Fazendas

As Fazendas do Café foram as sedes dos principais centros produtivos da economia brasileira no século XIX. Foram também as residências aristocráticas mais sofisticadas do período, reunindo o que havia de mais requintado na arte de viver. Oferecem preciosidades históricas e artísticas, surpreendendo cada visitante com fragmentos do tempo e testemunhos da história.
Este extraordinário acervo, esta memória do Brasil esculpida em alvenaria e pedra, decorada pelas personalidades mais influentes de seu tempo, ganha novo destaque quando embalado pelo melhor da música contemporânea; Trata-se, portanto, do cenário perfeito para um inesquecível evento: o Festival do Vale do Café.


Fazenda Florença

A Fazenda Florença foi fundada pelo clã dos Teixeira Leite, de origem portuguesa. Vindos de Minas Gerais,eles foram atraídos para o Vale do Paraíba pela riqueza do café no século XIX. Os Barões de Itambé e de Vassouras foram considerados os membros de maior renome na família, que se afazendou por locais como Conservatória, Rio das Flores, Barra Mansa e Valença. A atual sede do casarão foi erguida em 1852 e nela destaca-se um imponente alpendre, de influência italiana, encimado por um frontão que é sustentado por colunas de madeira trabalhada. A construção foi feita em base de pedra e piso de peroba do campo e possui detalhes no estilo neoclássico.

Curiosidades:
– No interior do casarão, os hóspedes fazem uma viagem pelo tempo em forma de objetos originais do século XIX, como bengalas, cartolas, porcelanas, entre outros.
– O local, que já foi cenário de novelas como “Dona Beija”, “Sinhá Moça”, “A Escrava Isaura” e “Paraíso”.

Endereço:

Estrada da Cachoeira, 1560 – Conservatória – Valença

Contatos:

(24) 2438-0124
(24) 2438-1195
(21) 2721-2935
(24) 2438-0015 FAX
www.hotelfazendaflorenca.com.br

Fazenda Mulungu Vermelho

A origem da Fazenda Mulungu Vermelho remonta ao princípio do século 19, quando suas terras foram doadas ao capitão Antônio Luiz dos Santos e sua mulher, Maria Angélica. Construída em 1831, na primeira fase da plantação do café na região do Vale do Paraíba, a fazenda rapidamente se tornou uma das mais prósperas de Vassouras, com um número aproximado de 280 mil pés do grão. A fachada frontal da casa-sede possui um conjunto de seis janelas; quatro delas pertencem ao salão de estar e as duas restantes, à antiga capela. Está preservado no local um lavadouro de café autêntico. Em 1988, a fazenda Mulungu Vermelho foi adquirida por Simone Marques Pio da Fonseca.

Curiosidades:
– O nome Mulungu Vermelho remete à árvore abundante na região, que pode chegar a até 15 metros de altura e floresce no mês de setembro.
– Um fato curioso sobre a família dos santos é que todas as fazendas fundadas pelos filhos do capitão Antônio Luiz tiveram nomes de santos homônimos aos seus fundadores como, por exemplo, a Fazenda São Fernando, fundada por Fernando Luiz dos Santos Werneck, e a de Santo Antônio, por Antônio Luiz dos Santos Werneck.

Endereço:

Estrada de Aliança, 4446 – Vassouras – RJ

Contatos:

(24) 99829-3628
8*34379
(24) 99906-4578
(24) 99280-2341


Fazenda São João da Prosperidade

A fazenda São João da Prosperidade foi fundada no século 19, entre 1820 e 1830, pelo pioneiro da cafeicultura na região, Antônio Gonçalves de Moraes. Ele era filho do Barão de Piraí, José Gonçalves de Morais, e neto do lendário Cabeça de Cuia, que também se chamava José Gonçalves de Morais. Apelidado de Capitão Mata Gente, Antônio cultivou 256 mil pés de café na propriedade, mantida pelo trabalho de 214 escravos. Foi fundador do povoado de São Benedito, que deu origem a Barra do Piraí. A casa da fazenda possui paredes externas muito largas de pedra e internas de pau a pique, enorme pé direito, telhados bastante inclinados com telhas feitas à mão, assoalhos de tábuas largas e é muito simples, sem os requintes de outras fazendas construídas mais nos meados do século XIX. A fazenda São João da Prosperidade hoje pertence à Magid Breves Muniz, tetraneta do rei do café Joaquim José de Souza Breves, e tem como principal atividade o turismo rural. A propriedade ainda mantém uma criação pecuária leiteira e de corte, uma fábrica de linguiça, o Museu da Roça, e também investe no reflorestamento de eucalipto.

Curiosidades:
– Na frente da casa existe uma constrição de pedra, que provavelmente se destinou a abrigos de tropas de mulas que levavam o café do Rio de Janeiro até a chegada em Barra do Piraí, a estrada de ferro Dom Pedro II, em 1864. Também estão preservados um moinho, um terreiro de café, uma senzala, ruínas e depósito.
– Em 1873, com a inauguração da estrada de fero Sapucahy, que mais tarde viria a se chamar Rede Mineira de Aviação, passou a existir uma estação Prosperidade, que servia para o embarque da fazenda para Barra do Piraí.

Endereço:

Estrada Barra do Piraí – Ipiabas, Km 7 – Barra do Piraí

Contatos:

(24)2442-3194
(24)99967-0333
www.fazendaprosperidade.com.br

Fazenda São Luiz da Boa Sorte

A Fazenda São Luiz da Boa Sorte, localizada em Vassouras às margens da BR 393, é fruto da união de duas importantes fazendas do Ciclo Áureo do Café, a São Luiz e a Boa Sorte. Coladas uma a outra, assim nasceram as fazendas dos irmãos Gomes Ribeiro de Avelar. Fazenda São Luiz, de Paulo Gomes Ribeiro Avellar, e Fazenda Boa Sorte, de Quintiliano Gomes Ribeiro Avellar, por volta de 1835. A fazenda tem uma bela capela, a Capela de São Luiz, erguida em 1844, devoção do Barão de São Luís (Paulo Gomes Ribeiro de Avelar) à São Luís de França. No oratório, são realizadas missas mensais, todo dia 25, em homenagem a Frei Galvão, primeiro santo nascido no Brasil. Única das grandes fazendas do café com esta localização privilegiada é um primor do século XIX em plena forma, depois de restauração meticulosa.

Curiosidades:
– Uma das principais atrações do passeio é o quarto do príncipe, criado para receber o Conde D'Eu, marido da Princesa Isabel, em sua visita à cidade dos barões do café em 1876. 
– A igreja de São Luiz recebe todos os meses centenas de pessoas da região e do estado. Após as cerimônias religiosas, são distribuídas as famosas pílulas milagrosas do Frei Galvão.

Endereço:

Rodovia Lucio Meira BR 393, Km 210 – Vassouras

Contatos:

(21) 99250-9798
www.fazendasaoluizdaboasorte.com.br/


Fazenda Vista Alegre

A Vista Alegre é considerada uma das mais importantes fazendas do século XIX. Nela despontam suas formas arquitetônicas em harmonia com seus belíssimos jardins. Originalmente dedicada ao plantio do café, aprendia-se na Vista Alegre música, artes teatrais e religião. Instalada em uma de suas benfeitorias, nasceu a Escola de Ingênuos, como ficou conhecida, que foi a primeira no país a alfabetizar filhos de escravos e crianças pobres das redondezas. Lá havia também a Casa da Música, onde se preparava a banda sinfônica da fazenda, antes de suas prestigiadas apresentações. No auge do ciclo do café, recebeu visitantes ilustres, como o Conde D’Eu e o pianista e compositor americano Louis Moreau Gottschalk.

Desde 1980, a Fazenda Vista Alegre pertence à família Mattos Santos. Atualmente, as principais atividades da fazenda são a criação e venda de gado, além da formação de um centro de treinamento para cavalos novos e de competição.

Curiosidades:
– Além de ser referência em Responsabilidade Social e Desenvolvimento Sustentável, a Vista Alegre já foi cenário de muitas produções televisivas, como as novelas “Pacto de Sangue” (1989), “Salomé”( 1991), “A Viagem” ( 1994) e Clipe Especial da Xuxa- 10 Anos de TV Globo (edição da música “Lua de Cristal”).
– Os primeiros imigrantes dinamarqueses do vale fundaram na fazenda a primeira indústria de queijos, fabricados com a tecnologia europeia do Estado, os famosos Laticínios DANA por volta de 1912.

Endereço:

Estrada Valença / Conservatória Km 3, n˚ 2800 – Valença

Serviços

Cavalgada, hospedagem e eventos: renattamattos21@gmail.com

Contatos:

(21) 3181 7516 e (21) 9 8817 0747 (Proprietária – Rio)
(24) 99991 4276 ( sede da fazenda, SOMENTE de sexta a domingo 9h às 17h)
http://www.fazendavistaalegre.wordpress.com
facebook.com/fazendavistalegre
Instagram: @fazenda_vista_alegre_

Fazenda União

A Fazenda União faz parte do mais preservado conjunto de casarões do Brasil Império. Datada do século XIX, fica localizada em Rio das Flores, região Sul Fluminense do estado do Rio. Construção impecável, abriga memórias do ciclo do café e remonta a nobreza da aristocracia brasileira. Rodeada por uma magnífica paisagem de campo, o casarão de 1836 com mais de 1000 metros quadrados foi construído por Domingos Custódio Guimarães, o Visconde do Rio Preto e encontra-se conservado e ambientado com seu mobiliário original e com peças recuperadas em antiquários e incursões pela região do Vale do Paraíba.

Hoje é um luxuoso hotel.  Os seis quartos da ala externa são assinados pelo arquiteto Chicô Gouveia, e são inspiradas na cultura das tribos africanas  Macuas, Benguelas, Cabindas, Quiloas e Tembos.

Curiosidades:
– A Fazenda União também abriga um pequeno museu que reproduz uma senzala, com peças como pilões, berços e instrumentos de tortura –  tronco, giramundo, ferro de marcar e grilhões.
– Nos jardins da propriedade encontram-se exemplares originais de carros de boi, charretes românticas e até um automóvel modelo Ford 1929.

Endereço:

Estrada do Abarracamento, km 3,5 – Rio das Flores

Contatos:

(24) 2458-1701
(24) 2491-1044
(24) 2491-2685
www.fazendauniao.com.br


Fazenda Guaritá

Em meados da década de 1860, Peregrino José da América Pinheiro (o Barão de Ipiabas), desmembrou uma porção de terras da sua Fazenda Campos Elíseos, doando-a ao seu filho Francisco Pinheiro de Souza Werneck. Francisco, com pouco mais de 20 anos de idade, deu inicio à abertura de sua fazenda que passou a ser denominada “Fazenda do Guaritá”, cuja denominação está na árvore deste nome, muito comum nas matas da região. Francisco só habitou a fazenda por volta de 1875com a conclusão da construção da sede.

Em 1882, foi agraciado com o título de segundo Barão de Ipiabas. Em 1900, o Barão de Ipiabas desistiu do café e vendeu a fazenda por 70 contos de réis e se mudou com a família para o Rio de Janeiro.

Curiosidades:
– Após ser administrada por vários proprietários, desde a década de 1990 a Guaritá é propriedade do empresário carioca Omar Peres, que vem realizando excelente trabalho de conservação da fazenda.
– A estação e a linha férrea denominada “Estrada de Ferro Fazenda Guaritá” foram construídas dentro da fazenda pelo atual proprietário, destinada exclusivamente ao lazer da família e convidados.

Endereço:

Estrada do Guaritá 2600 – Sebastião Lacerda – Rio das Flores

Fazenda das Palmas

Uma das pioneiras na cultura do café no Vale do Paraíba, a Fazenda das Palmas surgiu entre o final do século XVIII e início do XIX. Teria sido fundada por Bento Luiz de Oliveira Braga. Com o desenvolvimento da cultura do café a partir do início do século XIX, Bento Luiz passou a investir em suas fazendas no Vale do Paraíba, a das Palmas e a das Cruzes, ambas com enormes extensões de terras. Um dos seus herdeiros, Antônio Félix de Oliveira Braga, a transformou em uma importante fazenda cafeeira e produtora de aguardente. Em 1878, Palmas ganhou destaque no Vale do Paraíba por investir no o trabalho livre e na pequena agricultura, através da Companhia Agrícola e Colonizadora de Vassouras. Já em 1914, a Fazenda das Palmas passou a ser atendida por uma estação ferroviária.

Curiosidades:
– A Fazenda das Palmas tem como atividade produtiva a criação de cavalos.
– O destaque da casa-sede está na capela, com retábulo de madeira e altar-mesa ornamentados em dourado. O forro de madeira no formato de gamela (vasilha religioso inscrita em molduras com formas geométricas.

Endereço:

Estrada das Palmas, 9.444 – Barão do Amparo – Engenheiro Paulo de Frontin

Contatos:

(21) 3804-8671


Fazenda Alliança

Em 1861, José Pereira de Faro comprou a Fazenda Boa Esperança e mudou o seu nome para Fazenda Alliança. A fazenda já tinha sua unidade de produção de café construída, composta de casa de vivenda, terreiros de pedra, engenhos de beneficiamento de café, tulhas, senzalas e paióis. Atualmente, a Fazenda Alliança pertence à Josefina Durini, ítalo-argentina naturalizada brasileira, arquiteta especializada em restauração e sustentabilidade. Ainda hoje, os mesmos terreiros de secar café, construídos em lajes de pedra, impressionam pela grandiosidade.

Curiosidades:
– É a única fazenda do estado do Rio de Janeiro a ter produção de leite de búfala orgânico.
– A proprietária optou por maneiras ecológicas de conduzir as obras de restauração da casa ao longo de quatro anos, adquirindo para as áreas de serviço estruturas feitas a partir de material reciclável.

Endereço:

RJ-145, 10 – Centro – Barra do Piraí

Contatos

(21) 2266-0567
(21) 7892-9499 Nextel

Cachoeira do Mato Dentro

Construída em 1874, em estilo neoclássico, a fazenda mantém as características originais do século XIX. Seu primeiro proprietário foi o Barão do Ribeirão, que pegou a terra virgem às margens do rio Paraíba do Sul e, na beira da estrada de ferro, construiu a casa grande. Depois de montar um engenho para beneficiar o café, o barão enriqueceu em pouco tempo por causa da maquia, a taxa que cobrava para limpar os grãos.

A fazenda foi vendida em 1892 para José Machado de Carvalho. Com a crise do café, foi levada a leilão e Sylvio Ferreira rangel a arrematou em 1896. Desde então, permaneceu com a família Rangel. Hoje, a fazenda oferece passeios a cavalo, em carro de boi ou a madeira de lei de alto valor, e pelas plantações de café.

Curiosidades:
– A fazenda conserva o único banheiro de pedra pertencente aos escravos do Brasil.
– A Cachoeira do Mato Dentro foi uma das primeiras propriedades a funcionar como hotel-fazenda na região, em 1940.

Endereço:

Rodovia BR-393, Km 173 – Vassouras

Contatos:

(24) 99992-7350
(24) 99914-2286
(24) 99845-1229
(24) 2471-6779
(24) 2471-2954


Fazenda da Taquara

O Comendador João Pereira da Silva tinha chegado de Portugal no início do século XIX, em companhia de Joaquim José Pereira de Faro – futuro barão do Rio Bonito. Estabeleceram-se na região de Barra do Piraí, na mesma época que o café começou a ser plantado no Vale do Paraíba. Faziam parte das propriedades do Comendador: a Fazenda Campo Bom, a Fazenda Ipiabas e a Fazenda da Nova Prosperidade (atual Fazenda da Taquara). O nome Taquara foi dado pelos escravos, devido à abundância de um bambu fino, encontrado na propriedade, que era assim denominado. A casa foi construída provavelmente na década de 1830, em forma de um quadrilátero com um jardim interno, permanecendo ainda hoje sob o domínio da família do Comendador.

Curiosidades:
– A sede está em perfeito estado de conservação e preserva sua história, com móveis e retratos originais.
– A fazenda ainda hoje é centro de produção de café.

Endereço:

Estrada RJ 145 – Belvedere – Barra do Piraí n 600 / km44 – Barra do Piraí

Contatos:

(24) 2443 3104

Fazenda Ponte Alta

A fazenda foi fundada em 1807 por José Luis Gomes, o Barão de Mambucaba, e reconstruída, em 1830, e constituía-se de casa-sede e capela tendo, ao centro, o terreiro de secagem de café.  De 1830 a 1880, a fazenda produziu café. Ainda há sinais do processo pós- colheita, com lavagem, secagem e despolpagem do engenho de beneficiamento, onde os grãos eram descascados através da força de rodas d' água, trazida por um aqueduto. A fazenda é tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Depois que o solo se esgotou por causa da cafeicultura, a Ponte Alta passou a produzir gado de corte, atividade que a mantém ainda hoje, já vendida para Jair Ferreira. Em 1936, foi construída uma nova casa-sede, em estilo colonial mexicano.

Curiosidades:
– A senzala, um quarto sem janelas, com capacidade para 30 escravos, abriga hoje um museu, que exibe instrumentos de tortura, tronco, panelas, moedor de café e candeeiros.
– O presidente Getúlio Vargas, amigo de Isabel Modesto Leal, neta e herdeira do Conde Modesto Leal, proprietária da fazenda na época, foi frequentador assíduo: ele passeou seus cinco últimos aniversários hospedado na Ponte Alta.

Endereço:

Av. Silas Pereira da Mota, 880, Parque Santana
Barra do Piraí – Rio de Janeiro.

Contatos:

(24) 2443-5159
http://www.pontealta.com.br/

Fazenda Cachoeira Grande

A Fazenda Cachoeira Grande. fundada em 1820 pelo Barão de Vassouras está convenientemente localizada a apenas 5 km da cidade de vassouras por estrada pavimentada. Tendo sida salva de total ruína, hoje encontra-se restaurada com rigor e sofisticação. Realizamos um trabalho de turismo receptivo há cerca de 18 anos onde buscamos excelência no atendimento e entretenimento de qualidade. Somos indicados pelo Guia 4 Rodas e estamos em primeiro lugar em atrações particulares da cidade de vassouras, votação esta feita pelos participantes do site TripAdvisor. Como diferenciais possuímos um exclusivo museu de automóveis antigos.Nossas visitas guiadas acontecem diariamente as 11:00 e as 15:00h e tem duração aproximada de 2 horas.

Contatos:

(24) 2471-1264
(24) 98123-1866

Fazenda do Paraizo

Em 2012, a Fazenda do Paraizo, em Rio das Flores, completou cem anos nas mãos de uma mesma família. Produtiva e inteiramente preservada, esta jóia do século 19 manteve-se com as pinturas artísticas originais, os móveis luxuosos e a atmosfera de encanto.O município tem nome poético, Rio das Flores. Fica no Vale do Café, como é conhecido o vale do rio Paraíba, na região sul-fluminense, a 170km do Rio de Janeiro, na divisa desse Estado com Minas Gerais, bem próximo à cidade de Valença. Ali, a Fazenda do Paraizo se conserva intacta, poderosa e bela, desde que sua sede foi erguida pelo barão e depois Visconde do Rio Preto, entre 1845 e 1853. “Nada aqui foi descaracterizado”, afirmam os atuais proprietários, o casal de administradores de empresas Simone e Paulo Roberto Belfort, cujo bisavô comprou da família do visconde, em 1912.

Contatos:

(24) 99859-5727
(24) 2458-0093


Fazenda do Secretário

A Fazenda do Secretário é o melhor exemplo de solar rural cafeeiro em estilo neoclássico existente no Brasil. Localizada no Município de Vassouras, a propriedade chegou a possuir 500 mil pés de café e 366 escravos. Restaurada e mobiliada ao estilo da época, o solar foi construído em meados do século XIX (1830) por Laureano Correa e Castro, o Barão de Campo Belo. O título de Barão lhe foi agraciado em 1854 pelo Imperador Dom Pedro II. A Fazenda Secretário possui vários aposentos, uma escadaria importada da Europa em madeira de lei, salão de baile, escritórios, biblioteca, sala de jantar e banquete, capela e pinturas do catalão José Maria Villaronga, conhecido por suas obras em estilo “trompe d’oeil”, uma das características da decoração interna das fazendas do Vale do Paraíba.

Endereço:

Estrada do Capim Angola, S/Nº, Vassouras – RJ – Rodovia RJ-115 (Vassouras sentido Ferreiros – 4º distrito) cep: 27700-000

Contatos:

(24) 2488-0150
(24) 98841-4523
(24) 99263-2824 Edna

Fazenda São Fernando

Localizada em Massambará, Distrito de Vassouras, a Fazenda São Fernando foi no século passado uma das unidades produtoras de café do Vale do rio Paraíba Fluminense. Fundada no início do século XIX, rapidamente se inseriu na monocultura cafeeira, tornando-se uma das importantes propriedades da região. Sua origem territorial remonta ao século XVIII, quando as doações de terra se intensificaram ao longo do “Caminho Novo” das Minas Gerais, especificamente às sesmarias da Várzia e Vila Latina.

Fernando Luiz dos Santos Werneck, seu fundador, pertenceu a um dos mais poderosos e brasonados clãs da região. Ao longo de sua trajetória, no século XIX, enquanto unidade de produção escravista, a Fazenda São Fernando acompanhou, passo a passo, o movimento de expansão, o apogeu e a decadência da cafeicultura no Vale do Paraíba Fluminense, podendo ser considerada como um dos notáveis exemplos desse processo.

Na virada do século, esgotado o ciclo que a produziu, a Fazenda São Fernando hibernou, preparando-se para a nova etapa que o século XX lhe reservava.

Com 122 alqueires e 2.000 m2 de área construída, a sede monumental, construída em três diferentes momentos ao longo do século XIX, foi restaurada com rigor e excelência, baseada na pesquisa arqueológica desenvolvida na propriedade. Uma pequena coleção de objetos – encontrada durante as escavações do sítio arqueológico e recuperada – está exposta no antigo cárcere, revelando aspectos do cotidiano de senhores e escravos que ocuparam a propriedade no passado. A fazenda está decorada com mobiliário e obras de arte, característicos do estilo da época, de grande apuro e beleza.

Contatos:

(24) 2488-9101
(24) 2488-9100
(24) 2488-9099 – fax


Fazenda São João da Barra

A sede da Fazenda São João da Barra, construída por volta de 1830, mantém ainda o esplendor e a tradição das antigas fazendas do ciclo do café. A recente restauração preservou com rigor e requinte a arquitetura da época e o rico mobiliário. Durante o passeio pela propriedade e seus amplos aposentos, o visitante poderá conhecer seu belíssimo acervo, que inclui coleção de ricas gravuras e documentos originais do século XIX.

Contatos:

(24) 2468-2029
(21) 99982-5805 – Rogério

Go to top
Facebook